Mije como uma garota: testamos o condutor urinário

Testamos o cone que nos permite fazer xixi em pé e temos uma coisa a dizer: seus problemas acabaram!

06.02.2018  |  Por: Lia Bock

image
Mije como uma garota: testamos o condutor urinário

Você está toda linda, brilhosa e perfumada. Eis que bate então aquela (humana) vontade de ir ao banheiro. A fila (não incomum) poderia ser o pior cenário. Mas ruim mesmo é dar de cara com uma privada imunda, molhada, cercada por um chão igualmente nojento, pontuado por restos de papel e um cesto que é sempre infinitamente menor do que deveria.

Toca segurar bolsa e a roupa para que não encostem em nada e agachar o suficiente para que o xixi caia reto na privada, mas no limite para que você não corra o risco de encostar nela.

Fazer xixi na balada é uma arte. No carnaval, então, nem se fala.

E a verdade é que se a festa tá boa, o banheiro tá ruim. Ponto. Gente animada em profusão é igual a banheiro nojentinho. Lidemos com isso. Nessa hora (e só nessa hora) Sigmund Freud me vem em mente como nunca: eita inveja do falo. Aquele caninho que pode até deixar uma gota na privada, mas dificilmente te coloca em contato com o xixi alheio.

Pois bem, sei que esse é um momento meio Casseta & Planeta com os famosos produtos das Organizações Tabajara, mas juro: agora seus problemas acabaram! Dá pra levar o pipi na bolsa, ou melhor, na pochete, e mijar linda em pé. Se você treinar direitinho e a roupa ajudar, dá até pra fazer com uma mão só.

A equipe de Hysteria testou o PeePower, um condutor urinário feito de papel que você usa e joga fora. E a gente não só aprovou, a gente amou. Não, isso não é um jabá. Compramos um kit de cones online e distribuímos na redação para o teste no pré-carnaval. “Foi megafácil, mais simples do que pensei. Usei no banheiro químico durante um bloquinho e foi uma mão na roda. A melhor parte foi sair do banheiro com a certeza de que não havia encostado em nada. Não sei se me falta destreza, mas sempre dou um jeito de me sujar quando preciso fazer xixi de cócoras”, diz a cobaia amada Amanda Pinho, nossa community manager.

A primeira versão do PeePower nasceu em 2015, no projeto de conclusão de curso da designer Bruna Canovas. “A ideia era criar um condutor urinário que fosse gratuito e acessível. Ele segue disponível na página no Facebook para quem quiser imprimir e montar em casa. Mas percebi que muitas meninas não tinham paciência ou habilidade manual para confeccionar seus próprios funis, e então resolvi criar uma versão pronta para venda”, conta Bruna. Assim, em 2017, ela pôs no mercado esse cone de papelão que vem achatadinho e só precisa de um apertão gentil para ficar no shape de uso.

Realizou o sonho de uma de nós: “Quando eu tinha 2 anos minha mãe me pegou com um canudo no meio das pernas, tentando fazer xixi de pé. Agora, 28 anos depois, consegui o feito com PeePower. Obrigada. Pareceu mágica. Não escorreu, não necessitou estar com o crossfit em dia e não havia o menor risco de o xixi bater com violência na água e voltar na bunda”, relata Kiki Tohmé, nossa diretora de arte. A única crítica dessa pessoa emocionada com o empoderamento do mijo foi com relação ao fato de o cone ser descartável. “No fundo, acho que a gente não precisa sair com dez cones em cada dia do carnaval porque ele aguenta ser usado de novo. E convenhamos, chega uma hora que o xixi é só água. Sou a favor de ter um jeito de reutilizar.” Será?

Seu desejo é uma ordem, amiga querida. Eu, como boa repórter, fiz o teste: levei um saquinho na bolsa e depois de usar o cone dei aquela sacudida, coloquei no saco, vedei com reza brava e guardei. De fato deu pra usar uma segunda vez, mas foi meio nojentinho, e como a ideia é se livrar do nojo, bora levar a quantidade necessária na bolsa que é melhor. Se você comprar 27 cones de uma vez, cada um sai por R$ 0,74.

Em tempo: existem outros tipos de condutor urinário para mulheres. Alguns são de silicone e não descartáveis. Mas tem também o  Woman free que custa um pouco mais caro que o PeePower e pode ser encontrado online em grandes redes como Lojas Americanas e Extra. O cone é nosso!

1 Comentários

Comentar

Uma resposta para “Mije como uma garota: testamos o condutor urinário”

  1. Arize disse:

    Esse post é maravilhoso e esses produtos merecem uma enorme divulgação. Como mulher, estou aí sempre em busca do xixi perfeito na balada, em banheiro público – ou qualquer lugar que seja fora de casa! Tenho uma outra opção para indicar também, que usei e amei porque além do cone, ele também vem com lenço umedecido <3! Fica a dica para as mulheres: http://www.usepips.com.br.

Deixe uma resposta