Vai pular o carnaval? Não esqueça de levar o casaquinho!

Doze dicas para sobreviver a quatro (seis? dez?) dias de carnaval na rua, na muvuca, no amor e na guerra

01.03.2019  |  Por: Lia Bock

image
Vai pular o carnaval? Não esqueça de levar o casaquinho!

Depois que me tornei mãe virei a louca do casaquinho. “Leva um casaco, meu filho, tá 30 graus mas o tempo pode virar.” Pois nesse clima festivo e materno, trago minhas dicas para uma folia responsável no que diz respeito a continuar vivo, não ter que fazer boletim de ocorrência de nada e, claro, não pegar um resfriado.

  • Se você não tem pinto vale muito a pena investir nos cones que possibilitam fazer xixi em pé. Não encostar seu corpinho e sua bela fantasia em nenhuma parte daqueles banheiros químicos infectos é libertador.
  • Vários dias fazendo xixi sem usar papel higiênico é a cara da candidíase. Leve alguns poucos metros na pochete ou na doleira (melhor ainda!) e use comedidamente ao longo do dia. Sua xoxota agradece. E acredita que cabe!
  • No ano passado comemoramos o fato de todos os vendedores de cerveja aceitarem cartão. Pois esse ano os golpistas já tomaram as ruas e estão aplicando o golpe da troca de cartões. Você tá lá felizão pagando sua décima breja no crédito e o maninho te devolve um cartão que não é o seu, você nem repara. Em poucos minutos saques e compras são feitos e, aviso: os bancos não devolvem seu dinheiro. Deixa o cartão na doleira sob a roupa só pra saques e pague tudo em dinheiro.
  • Não mosque com o celular na mão em pontos de ônibus ou calçadas. Os ladrões vêm de bike e com uma precisão impressionante arrancam o telefone da sua mão. Então deixa pra checar as redes em locais seguros.
  • Não perca os amigos bêbados. Pelo amor de deus, se um colega tá mals, pega pelo braço e arrasta – aliás, essa é a única pegada pelo braço que pode. Porque não é não, né amores? Mas voltando: gente que larga comparsas bêbados vai pro inferno. Fora que… amanhã pode ser você que precisa de um auxílio.
  • Lembre de se manter hidratado, mas antes de beber a água dos outros se certifique de que é só água mesmo.
  • Liga pra sua avó, liga pra mim, liga pro CVV mas não liga pro ex! Carnaval é alegria e renovação, é curtição e prospecção. Deixe 2018 pra trás com fé.
  • Não passe pano pra assediador. Isso significa intervir quando assistir a alguma cena bizarra como: agarramentos forçados, cantadas insistentes, mão boba e abordagens grosseiras. #nãopassarão, mas precisamos fechar as porteiras!
  • As festinhas de after dos blocos podem ser as baladas mais incríveis do mundo, mas avalie se queimar a largada do dia seguinte vale mesmo a pena. 
  • Leve o cartão do SUS ou do plano de saúde na doleira. Vai que você tem uma crise alérgica? rs
  • Se beijar um amor da vida em potencial não faz a boca loka e pede o telefone! Eu casei com o boy que peguei no bloco e fiz duas filhas com ele. Vai que, né?
  • Ah, sim, e leve um casaquinho, diz aqui que vai chover! 🙂

 

0 Comentários

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *